ANÁLISE DAS ELEIÇÕES 2020 EM SÃO MATEUS – Eneias (PT): Boas propostas sem força na parceria com gestão ruim de Daniel e rejeição à esquerda

0
414

Ainda considerado a principal liderança do PT em São Mateus, o ex-vereador Eneias Zanelato, 56 anos, disputou a eleição para prefeito em 2020, obtendo 1.683 votos (2,93%). Foi o sexto colocado entre os 10 postulantes ao cargo, encabeçando uma candidatura colocada para levar a militância para as ruas e defender a ideologia da esquerda frente ao recorte local da polarização com partidos de direita e bolsonaristas.

Aliado da gestão Daniel Santana, o PT não compôs a coligação do tucano como ocorreu em 2016, mas funcionou como ‘legenda de aluguel’ para vereadores fiéis ao Prefeito abrigados de última hora na tentativa fracassada da reeleição. Eneias não se beneficiou com isso, pois os pedidos de voto majoritário foram para o adversário com o comando da máquina pública, mas houve reforço decisivo na chapa proporcional que elegeu uma filiada autêntica (Ciety), mantendo a representatividade feminina na Câmara Municipal, que hoje é feita por Jaciara Teixeira, esposa do candidato a prefeito.

Como candidata a vice de Eneias, o PT lançou na chapa puro-sangue Dilzete Nascimento Pereira, a Nega do Jongo, 62 anos. Mulher negra, ativa nos movimentos sociais e liderança respeitada na defesa da cultura afrodescendente em São Mateus. Eneias fez algo semelhante ao que ocorrera em 2004, quando foi candidato a prefeito pela primeira vez. Na ocasião, teve como vice Sílvio Manoel dos Santos, agricultor vinculado a comunidades quilombolas do Município.

A título de informação, vale registrar que a Eleição de 2004, com cinco candidatos a prefeito, foi disputada também por Daniel da Açaí e Carlinhos Lyrio. Na ocasião, Lauriano foi reeleito com 24.422 votos; Carlinhos ficou em segundo lugar com 19.994 votos; seguido de Daniel (1.670 votos), Eneias (1.586) e Jânio Barcelos (404). Dr. Mauro foi testado nas urnas em 2004 como candidato a vereador. Não se elegeu, apesar de ser o 5º mais votado (1.133 votos).

PLANO DE GOVERNO

Administrador funcionário da Petrobras e atuante como sindicalista, o administrador Eneias Zanelato apresentou Plano de Governo, com demonstração de conhecimento do Município de São Mateus e a carência de políticas públicas na atual gestão. No entanto, o vínculo direto com o prefeito Daniel Santana impossibilitou críticas mais contundentes necessárias à valorização do conjunto de propostas, coerentes e realizáveis.

Nos bastidores políticos, a candidatura a prefeito do PT foi vista como ‘chapa laranja de Daniel’ nas Eleições 2020. E, de fato, não havia como explicar os vereadores candidatos à reeleição, incluindo o líder do Prefeito na Câmara Municipal, pedindo votos para o candidato do PSDB, camuflando o vermelho e escondendo a estrela do partido de Lula.

Eneias até chegou a fazer críticas a diversos aspectos do fraco desempenho da atual gestão, especialmente em saúde, educação, saneamento, e geração de empregos e renda; mas evitou o confronto direto na apresentação do que chamou de “projeto alternativo para o desenvolvimento de São Mateus”. Isso ficou evidente na entrevista e nos debates realizados por veículos de comunicação da Cidade. Houve momentos em que os candidatos de PT e PSDB chegaram a tabelar como ‘companheiros do mesmo time’!

CAMPANHA NAS REDES SOCIAIS

Diante da campanha atípica, que não ofereceu condições seguras para as atividades de rua, o candidato do PT investiu a maior parte do seu orçamento de campanha – R$ 83.608,12 – nas áreas de comunicação e marketing digital. Eneias usou sua boa retórica e o discurso coordenado para chegar ao Eleitor por meio das redes sociais, inclusive com a realização de lives de integração da militância e dos candidatos(as) a vereador(a).

O que criticamos, em análises anteriores, nas campanhas de Cida Negris (PV), Hubistenyo Cajá (PSD) e Eliezer Nardoto (PRTB) quanto à preparação do(a) candidato(a) para o pleito e estrutura básica de campanha não cabe a Eneias, que superou também Dr. Mauro (Rede) no uso das redes sociais, apesar dos recursos financeiros mais modestos.

Para quem confiava em ter o apoio de parcela mais significativa dos 27 mil votos que o PT obteve na disputa presidencial em São Mateus nas Eleições de 2018, Eneias deve ter se decepcionado com o convencimento a apenas 1.683 eleitores, mesmo já entrando na disputa como coadjuvante. A constatação em São Mateus é a mesma de outros municípios do Espírito Santo: a reprovação ao PT, como líder da esquerda, nas urnas.

CHAPA DE VEREADORES

A chapa de candidatos(as) a vereador(a) do PT conquistou, no total, 4.792 votos nas Eleições 2020 em São Mateus.

Dos nomes que disputaram a reeleição, nenhum conseguiu êxito. Amaro (atual líder do prefeito Daniel na Câmara Municipal) obteve 1.128 votos; Doda Mendonça conquistou 950 votos; e Jaciara Teixeira, a autêntica petista dos três, alcançou apenas 403 votos.

No entanto, a vaga feminina no Legislativo permanecerá com o partido: Luciete de Oliveira Cerqueira, a Ciety, 53 anos, foi eleita com 1.214 votos.

VEJA TAMBÉM:

ANÁLISE DAS ELEIÇÕES EM SÃO MATEUS – Eliezer Nardoto (PRTB): Melhor plano de governo não alcançou Eleitores; ficou perdido em viés ideológico intempestivo

ANÁLISE DAS ELEIÇÕES EM SÃO MATEUS – Dr. Mauro (Rede) – Muitos erros explicam o fracasso nas urnas: quase R$ 200 mil para 613 votos

ANÁLISE DAS ELEIÇÕES EM SÃO MATEUS – Hubistenyo Cajá (PSD): Conhecimento sem argumentação adequada nem campanha competitiva

BLOG DO ANDRÉ OLIVEIRA | INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui