Comunidade reclama ausência da maioria dos vereadores em debate sobre qualidade da água do Saae

0
138
A ausência da grande maioria dos vereadores de São Mateus não passou despercebida na audiência pública que debateu a qualidade da água e a saúde dos consumidores, realizada pelo Ministério Público Estadual na tarde de quinta-feira (29/10), no auditório do Sesc.


Dos 11 vereadores, apenas Gildevaldo Estêvão, o Gil, Uarlan Fernandes e Zé Brasil estiveram presentes no encontro. Mesmo assim, acompanharam menos de 70 por cento dos debates.

Por meio de uma faixa estendida no local, a comunidade conclamou os parlamentares a rejeitarem o projeto do prefeito Amadeu Boroto sobre a concessão dos serviços de água e esgoto à iniciativa privada, que já tramita na Câmara Municipal.

Entre os presentes, os comentários foram que a omissão dos vereadores numa discussão de grande importância para a população de São Mateus atualmente foi estratégica, para evitar a antecipação do debate em torno da proposta de concessão do Saae.

Apenas Uarlan usou a palavra durante o encontro, enaltecendo o gesto solidário do empresário Daniel da Açaí, que distribui água mineral nos bairros, já que a água distribuída pelo Saae está imprópria para o consumo.

AUTORITÁRIO
Apesar dos encaminhamentos positivos, o despreparo e o tom autoritário do promotor Paulo Robson da Silva na condução da audiência pública foram aspectos criticados pelos participantes que usaram o microfone.

(Reportagem e Foto: André Oliveira)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui