“Carro-pipa do Saae? Nunca vi ou fiquei sabendo”, diz moradora. Página da Prefeitura registra reclamações dos bairros Boa Vista, Ideal, Aviação e Santa Teresa

0
139
SEM ÁGUA POTÁVEL NAS TORNEIRAS, MORADORES SOFREM COM OMISSÃO DA PREFEITURA E MAL ATENDIMENTO DO SAAE


Depois de receber cobranças para a divulgação do cronograma de distribuição de água por carros-pipas pelas redes sociais, a Prefeitura de São Mateus e o Saae, finalmente, passaram a informar, ainda que de forma precária, o itinerário diário dos bairros atendidos.

Porém, apesar de a Secretaria de Comunicação informar que oito veículos estão atuando no atendimento à população, diversos moradores desmentiram o conteúdo do comunicado em comentários na página da Prefeitura de São Mateus no Facebook.

MAU ATENDIMENTO
“No Boa Vista, nunca veio caminhão. Aqui, não bebemos água, não”, destaca a moradora Márcia Mantegazine.  Beth Queiroz também reclama do mau atendimento do Saae com os carros-pipas: “Nunca vi ou fiquei sabendo que o caminhão tem distribuído água aqui nos bairros entre o Ideal e Aviação”.

Ela cobra igualdade no tratamento dado a outros bairros: “Nós também temos o direito ao consumo de água potável. Quero muito saber quando teremos acesso a essa água que tem sido distribuída nos bairros. Nas torneiras tem mais sal do que água, mas as contas do Saae continuam chegando!”.

MPE DESRESPEITADO
Lucimara Henrique, que mora no Bairro Sernamby, reclama do descumprimento de duas medidas recomendadas pelo Ministério Público Estadual em recente audiência pública: a redução da tarifa enquanto a água estiver imprópria para o consumo e a desvinculação da taxa de lixo da conta de água: “Por que não diminuem o valor? Estamos economizando água e o valor não abaixa. E a taxa de lixo? Aqui próximo ao Ceim São João está uma sujeira danada. Tem um lixão aqui. O caminhão não está retirando os entulhos, está cheio de urubus”.

MORADORA RECLAMA DE ATRITO
Outra reclamação feita diretamente à Prefeitura de São Mateus e ao Saae é da moradora Lucimara dos Santos Soares. Ela diz que, no Bairro Santa Teresa e na área da DNER, não vai o caminhão-pipa. “Encostam ele longe, tendo em vista que temos idosos na rua. E fui informada que teria que ir no Saae reclamar, pois a rua não está na rota. Até para ter água temos que entrar em atrito?” – indaga a cidadã mateense, indignada.

A NOSSA OPINIÃO:
A divulgação do cronograma feita pela Prefeitura e pelo Saae apenas na manhã do dia da distribuição é um desrespeito à população de São Mateus. É comunicada apenas a lista os bairros a serem atendidos. Faltam constar os horários de atendimento, o ponto de distribuição em cada bairro, explicar se o abastecimento é nas caixas d’água ou apenas às pessoas com vasilhames, e os dias subsequentes.

O cronograma bem elaborado ajuda a organização dos moradores que trabalham e não podem ficar o dia inteiro esperando a distribuição de água. E permite aos moradores saber com antecedência o dia que a distribuição será feita no seu bairro.

A Prefeitura de São Mateus e o Saae dispõem de dois sites, páginas no Facebook, seis emissoras de rádio, dois canais de televisão com sinal aberto e um por assinatura, além de quatro jornais e dois sistemas de sonorização de poste, no âmbito local, para fazer a divulgação dos avisos e comunicados de utilidade pública. Mas não o fazem!

Como se percebe, a falha é de comunicação, beirando à incompetência! Enquanto isso, a população fica desinformada, perdida com a falta de diálogo do Prefeito e os gestores subalternos e com a sensação real de abandono por parte da administração municipal!

www.blogdoandreoliveira.com.br
www.facebook.com/censurazhero

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui