Alckmin cede ao pedido de diálogo e adia reorganização das escolas paulistas

0
142

GOVERNADOR AFIRMA QUE VAI DEBATER MUDANÇA COM PAIS E ALUNOS. ESTUDANTES COMEMORAM DECISÃO

O Governo de São Paulo decidiu suspender a reorganização das escolas estaduais. Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes na tarde desta sexta-feira (4/12), o governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que haverá rediscussão da mudança.

 

 

“Vamos debater escola por escola com a comunidade, com os pais dos alunos, afirmou. “O ano de 2016, que seria o ano de implantação da reorganização, será de discussão”, acrescentou Alckmin.

De acordo com o governador, os alunos continuarão em suas escolas no próximo ano. “Não haverá mudança. Continuará tudo como estava antes da proposta de reorganização”. Durante sua fala, que durou perto de cinco minutos, Alckimin citou ainda uma frase do Papa Francisco para exemplificar a decisão. 
 

“Entre a indiferença egoísta e o protesto violento há uma opção sempre possível: o diálogo.” Ao terminar a coletiva, Alckmin deixou a sala e não respondeu a perguntas dos jornalistas presentes.

Na manhã desta sexta, a Justiça havia vetado a reorganização das escolas e estabeleceu multa de 200 milhões de reais em caso de descumprimento. A medida valia apenas para Cidade de Guarulhos, na Região Metropolitana. O Tribunal de Justiça também já preparava ação para proibir o fechamento de escolas na capital paulista.
 
 
Fonte: Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui