FECHAMENTO DA UPA – Prefeito Daniel não informa nem a ‘seus vereadores’ sobre reforma da unidade municipal com possível ‘explosão’ do atendimento no Hospital Roberto Silvares; oposição ‘pisa em ovos’ em assunto de domínio público

0
31

Os vereadores danielistas demonstraram completa desinformação sobre o fechamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, que provocará possível “explosão” do atendimento no Hospital Roberto Arnizaut Silvares (HRAS) a partir de 1º de julho.

O aviso sobre a suspensão do atendimento na UPA para reforma foi feito pela gestão do prefeito Daniel Santana (sem partido), por meio da Secretaria Municipal de Saúde, com cartaz afixado na recepção.

A medida e sua comunicação sofrível são indicativos de como é tratado atualmente um dos mais importantes setores da administração pública.

Líder do prefeito Daniel na Câmara Municipal, o vereador Kácio Mendes (PSDB) manteve-se calado sobre o assunto. Em defesa da gestão Daniel, Cristiano Balanga (Pros) adotou discurso caduco sobre o fechamento da UPA, questionando a leitura que as pessoas estão fazendo do cartaz de aviso e afirmando até que a Unidade de Pronto Atendimento seria responsabilidade do Governo do Estado.

Ciety Cerqueira (PT) preferiu mandar “abraços” para a direção da UPA em discurso em tom perdido, no qual confessou não ter nenhuma informação oficial sobre a medida da Secretaria Municipal de Saúde. Ela tentou por duas vezes instigar Kácio a falar sobre o assunto, mas não obteve êxito.

OPOSIÇÃO “PISA EM OVOS

Dois vereadores da oposição também abordaram o assunto na sessão ordinária da Câmara Municipal realizada na noite desta segunda-feira (26/06). O fechamento da UPA para reforma já é um assunto de domínio público em São Mateus desde sexta-feira (23/06), a partir de reportagem publicada pelo CENSURA ZERO e pelo BLOG DO ANDRÉ OLIVEIRA. O assunto já chegou até o Palácio Anchieta.

No entanto, Laílson da Aroeira (Solidariedade), o primeiro a abordar o tema, e Carlinho Simião (Podemos) “pisaram em ovos” ao comentar o assunto da tribuna, deixando claro que não buscaram informações oficiais sobre o assunto, tampouco estiveram na UPA para verificar a situação ou enviaram assessores ao local.

Em seus discursos, os parlamentares também não fizeram questionamentos ao líder do Prefeito, vereador Kácio Mendes, evitando críticas diretas ao prefeito Daniel da Açaí sobre a medida que envolve os 140 mil habitantes de São Mateus.

Também da oposição, Gilton Gomes, o Pia (PSDB), usou a tribuna, mas não fez referência ao assunto.

COMISSÕES PERMANENTES

Balanga (presidente), Ciety (vice-presidente) e Simião (membro), além de Adeci de Sena (membro) integram a Comissão de Saúde da Câmara de São Mateus.

Já a Comissão de Infraestrutura, também ligada à obra de reforma da UPA 24 Horas, é formada por Preta do Nascimento (presidente), Adeci de Sena (vice-presidente), Laílson (membro) e Balanga (membro).

VEJA TAMBÉM:

– ‘BOMBA-RELÓGIO’ NO DESCASO EM SÃO MATEUS – Daniel avisa que fechará UPA com festança de R$ 30 milhões programada para setembro; emissários do Governo do Estado alertam que, com apoio de Casagrande, prefeito tem espécie de “carta branca para desmandos” e medida deve causar “explosão do atendimento no Hospital Roberto Silvares e caos social na Cidade”

BLOG DO ANDRÉ OLIVEIRA – INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui