SÃO MATEUS – Denunciado pelo MP por racismo contra jornalista, porta-voz de Daniel zomba do ex-prefeito Amadeu porque juiz não aceitou nova queixa-crime; ações judiciais do promotor Edilson Tigre e do ex-deputado Freitas prosseguem contra o chefe do gabinete do ódio

0
27

O autointitulado blogueiro Dilton Pinha, o Diltão de Daniel, que atua em São Mateus no cometimento de crimes com uso de sua rede de páginas de Facebook acobertado pelo prefeito Daniel Santana (sem partido), comemorou nas redes sociais e em grupos de WhatsApp a rejeição pela Justiça de nova queixa-crime contra ele, movida pelo ex-prefeito Amadeu Boroto.

“Mais 2 vitórias na Justiça”, postou Diltão de Daniel, de forma sarcástica, em grupos de WhatsApp, compartilhando dois arquivos PDF referentes à decisão judicial.

A ação por calúnia, difamação e injúria por ofensas feitas por Diltão de Daniel a Amadeu Boroto tramita na 3ª Vara Criminal da Comarca de São Mateus desde 4 de março de 2021.

Na decisão proferida em 14 de junho, o juiz de Direito André Bijos Dadalto rejeita a queixa-crime impetrada por Amadeu Boroto, alegando a falta de justa causa para o exercício da ação penal. O magistrando alega que “não foi realizada qualquer atividade investigativa prévia e efetiva, visando colher elementos informativos mínimos da materialidade e da autoria da infração”.

Por fim, o juiz declinou da competência da 3ª Vara Criminal e determinou a remessa dos autos ao Juizado Especial Criminal da Comarca de São Mateus.

DILTÃO É RÉU POR RACISMO

Diltão de Daniel é réu por racismo, em processo impetrado na Justiça pelo Ministério Público Estadual (MPE) por ofensas proferidas contra o jornalista e radialista André Oliveira (Diretor de Jornalismo e Conteúdo do CENSURA ZERO).

A ação penal por racismo movida pelo MP tramita na 3ª Vara Criminal de São Mateus e Diltão terá de comparecer para audiência de instrução e julgamento no dia 24 de julho de 2023, às 17h, no Fórum Desembargador Santos Neves.

PROMOTOR DE JUSTIÇA EDILSON TIGRE

Apadrinhado pelo prefeito Daniel da Açaí, Diltão não tem se intimidado sequer nas investidas criminosas contra as próprias autoridades do Ministério Público. Uma das inúmeras vítimas de calúnia, difamação e injúria praticadas pelo chefe da milícia digital (gabinete do ódio) que atua a mando do Chefe do Executivo Municipal é o promotor de Justiça Edilson Tigre Pereira, que também tem processo contra o criminoso contumaz tramitando na 3ª Vara Criminal de São Mateus.

A denúncia oferecida pelo Ministério Público foi recebida pelo juiz Paulo Sarmento de Oliveira Junior em 23 de julho de 2021. A audiência de instrução e julgamento está marcada para 11 de setembro de 2023, às 16h, no Fórum de São Mateus.

EX-DEPUTADO ESTADUAL FREITAS

Outro processo por calúnia, difamação e injúria contra Diltão de Daniel movido pelo Ministério Público diz respeito ao ex-deputado estadual José Eustáquio de Freitas, o Freitas (PSB), e tramita desde 25 de outubro de 2018, na 3ª Vara Criminal de São Mateus.

O porta-voz do prefeito de São Mateus conseguiu atrasar a tramitação do processo com a estratégia de trocar constantemente de advogados dativos. Mas, em decisão do dia 20 de março de 2023, a Justiça marcou a audiência de instrução e julgamento para o dia 25 de outubro de 2023, às 13h30, no Fórum de São Mateus.

O OUTRO LADO

CENSURA ZERO disponibiliza espaço para possíveis manifestações dos citados nesta reportagem.

Havendo retorno, o texto será atualizado.

BLOG DO ANDRÉ OLIVEIRA – INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui