Lolozinho foi vereador constituinte em São Mateus, com mandato de 1989 a 1992

0
133
DECRETOS DE LUTO OFICIAL DA PREFEITURA DE SÃO MATEUS E DA CÂMARA DE VEREADORES SOBRE FALECIMENTO DE ANTENOR MALVERDI FILHO TROUXERAM A INFORMAÇÃO ERRADA DE MANDATO ENTRE 1990 E 1994

Vítima de latrocínio no fim de semana, o secretário de Meio Ambiente de São Mateus, Antenor Malverdi Filho, exerceu o cargo de vereador do Município no período de 1989 a 1992, quando o prefeito era o médico Pedro dos Santos Alves.

A Prefeitura de São Mateus e a Câmara Municipal, ao divulgar notas oficiais sobre o falecimento de Lolozinho, destacaram que o período teria sido de 1990 a 1994, o que não procede.

Antenor Lolozinho tentou retornar à Câmara Municipal em 2012. Obteve 662 votos, mas ficou com a segunda suplência da coligação.

Lolozinho participou, inclusive, da elaboração da atual Lei Orgânica do Município de São Mateus, de 5 de abril de 1990. Um dos membros daquela Câmara Municipal Constituinte exerce mandato atualmente: Waldemar Moraes, o Tutu.

Nas eleições de 2012, Antenor Lolozinho tentou retornar ao Legislativo Municipal, candidatando-se pelo PRTB, mas não obteve êxito nas urnas.

Com o número 28028, ele conseguiu 662 votos e ficou com a segunda suplência da Frente São Mateus da Gente, ecomposta por PR, PRTB, PHS, PCdoB e PTdoB. Os eleitos da coligação foram Uarlan Fernandes (PCdoB – 1.544 votos) e Zé Brasil (PHS – 1.170).

Engenheiro agrônomo, Antenor Malverdi Filho também era professor universitário. Ele comandou a pasta do Meio Ambiente em São Mateus nos governos Lauriano Zancanela e Amadeu Boroto, e ocupou o mesmo cargo em Nova Venécia na gestão de Wilson Japonês (2009-2012).

(Agência Visão Atalaia – Foto: Divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui